Review: Bully

Sádico, baixo, inescrupuloso e malicioso. Assim é Bully.

Produzido pela Rockstar, responsável por Gran Theft Auto, o game leva o jogador por uma ambientação um pouco diferenciada das ruas e dos tiros de seu antecessor.

Você assume o papel de Jimmy Hopkins, o típico garoto-problema que nenhuma escola gostaria de ter como aluno. E de fato, nenhuma escola o quer. Por isso, ele acabou expulso de todas que passou. Como último recurso, os pais do rapazola o jogam na Bullworth Academy, algo abaixo de uma escola e acima de um reformatório.
Aqui, os maiores párias da vida acadêmica infanto-juvenil reinam, sob as garras administrativas de um diretor não menos crápula.
No comando de Jimmy, você deve socar, bater, roubar, violar normas, zoar com nerds e meninas feias, dar amassos nas mais bonitas…enfim, tudo aquilo que um valentão escolar deve fazer.

E conte com acessórios e armas condizentes com sua idade, como estilingues, bombinhas e outros apetrechos nada convencionais.

Bully é jogo para mais de 40 horas, então se prepare…

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s