Gartner: “Indústria de video games valerá $74 bilhões em 2011”


Chupa, Hollywood…

Fonte aqui, aqui (necessário registro) e aqui (necessário registro).

Anúncios

A Saga da Cafeteira – Part Deux

PORRA! MAIS DE UM MÊS DESDE MINHA ÚLTIMA VISITA? Isso porque o blog é meu, não? Enfim…

…a cafeteira quebrou 😦 . É, aparentemente, os bicos que ejetam leite e nescau não ejetam nada, o que deixou o aparato tecnológico contemporâneo desse post aqui servindo apenas…err…café.

ISSO É UMA AFRONTA ao funcionário! MINHA VIDA PERDEU SENTIDO, VOU PEDIR DEMISSÃO AGORA! Ok, é mentira. Nem ligo tanto assim pois ganhei uma garrafinha d’água bem grande – além de um cliente novo – o que tem me mantido entretido em minhas necessidades complementares líquidas. Isso, e emagreci dois quilos desde que a cafeteira deu pau (102kg e baixando).

Meio tenso você blogar sem ter necessariamente um assunto, afinal. Ultimamente, meus posts se resumem entre meu iPhone e a Burson…aliás, meu iPhone voltou à vida…mas perdi minha agenda. Se você estava nos meus contatos, anota aí: ……………………………

Rááááá, você achou MESMO que eu passaria meu celular? Não aqui.

Enfim, só apareci mesmo para dar um update. Trabalho demais para blogar de menos, afinal, estou velho demais pra essa merda.

Até o próximo post.

Xbox Live tenta ser adulta, sai como criança, e eu ganho um post

Engraçado como certas coisas na vida te dão aquele sorrisinho besta de cinco minutos na cara, além de um eventual comentário maldoso. Por exemplo: você sabia que tem um município brasileiro que se chama “Pintolândia”? Nos EUA, um fato similar causou o que eu julgo ser a tosquice gamer da semana.

Continuar lendo

A Saga da Cafeteira – Part Uno

Demorei, não? É. Teve um evento aí que acabou mantendo minhas mãos ocupadas. A presença de um certo finlandês que criou um certo sistema operacional de código aberto me deu muito trabalho, conforme noticiado aqui, aqui, aqui, aqui, e numa renca de cantos da internet.

Enfim, virei assessor de imprensa. É, isso resume bem minha ausência nos últimos meses, embora eu não me importe muito com isso. E você, se importa?

Que cores! Que curvas! Que BOTÕES!

Continuar lendo

Recado às empresas e jornalistas de games

É pauta comum em praticamente todos os sites gringos de notícias de games: sempre tem, e se não tver, há de ter, um vídeo com o nome Unboxing nele. Antes de começar a reclamar da vida, algo que faço muito bem, obrigado – vale a explicação do que é o unboxing: trata-se de um post em qualquer site/blog onde se publica um vídeo de alguém da sua equipe abrindo a caixa de algum item recebido pelo correio. Um exemplo disso está nesse link aqui: um unboxing de Bioshock 2, jogo super antecipado que está sendo lançado pela 2K Games.

Agora, sabe por que eu disse “todos os sites GRINGOS de games”? Porque isso é algo praticamente impossível de ser visto aqui no Brasil. E é sobre isso que quero falar nesse post, então, por obséquio, clique no link abaixo, sim?

Continuar lendo

Moleque leva uma flechada na testa…e nem nota!

Ah, o estresse diário. Lentamente nos consumindo por dentro até que, um dia, atingimos nosso limite e simplesmente despirocamos em um acesso furioso de raiva. Quem disse que estamos livres disso?

Um homem em Yokohama, no Japão, certamente concorda comigo, já que ele simplesmente teve um desses piripaques psicológicos e decidiu sair de casa…com uma besta em punho (se você não sabe o que é uma besta, o adjetivo homônimo te completa. Mais: clique aqui para enriquecer seu conhecimento. Caso não tenha entendido a sutileza, eu te xinguei…de “besta”.). Até aí, nada muito fora do normal, talvez, para o povo japonês. Totalmente possuído pela raiva, sua mente o direcionou para um único e derradeiro objetivo: eu tenho que atirar em alguém. Faz todo sentido: vai dizer que você nunca abriu fogo em um transeunte incauto apenas porque deu vontade? Não? Mesmo? Nunca? Bom, deixa pra lá…

Azar do pobre otário garoto que voltava para casa de bicicleta, vitimado por uma flecha que lhe perfurou 4 centímetros testa adentro. Agora, você poderia pensar que esse breve conto tivesse um triste fim exatamente nesta linha, mas espere! E não é que o moleque nem se tocou que acabara de levar um tiro no meio da cara? Mais ainda: ele chegou em casa e só foi pro hospital porque o pai dele aconteceu de notar algo estranho pendurado na testa do filho!

O garoto passa bem, caso você esteja se importando. O atirador de elite em questão foi preso e, justificando o ato, disse que estava puto da cara e precisava extravasar.

[Créditos da imagem, da história relatada no post e praticamente tudo o que você acabou de ler: aqui]