Vortei!

AEW! Bora afinar essa budega!

Anúncios

Sobre aquilo lá, com aquela loja lá…

Então…quem me segue nas redes sociais deve ter percebido: quebrei o pau com a UZ Games. O motivo foi o fato de a pré-venda de Assassins Creed III estar prometida apenas para o dia 11/11, sendo que tenho dois amigos que me reportaram ter comprado a mesma pré-venda em uma grande magazine e já estavam com o produto em mãos. O tweet da minha reclamação foi esse aí embaixo:

Daí a UZ Games me disse, via Twitter mesmo, que levantaria meu caso e averiguaria o ocorrido. Até aí, tudo bem.

O problema foi quando, sem eu “treplicar” a resposta, eles me mandam isso:

Agora, a porra ficou séria:

Continuar lendo

Caros usuários de MSN, vocês são idiotas?

Eu não sei o que dá em seres humanos dotados de telencéfalo altamente desenvolvido e polegares opositores. Em certos momentos, tipo futebol na Globo na tarde de domingo, em que basta um filho da puta balançar uma rede, que meu MSN começa a ver diversos “entra-e-sai”. Antes eu estivesse falando de um filme pornô, mas essa infâmia, na verdade, ocorre pelo ato de “logar-deslogar-logar-deslogar-logar” que alguns panacas acham que é divertido promover.

Essa ação tem um nome, apesar de deveras desconhecido: desktop flooding. E sim, é irritante pacas. Basicamente, a sua tela fica recheada de informação de “Fulano da Silva acaba de entrar“, multiplicada por cinco, tudo ao mesmo tempo. Não que seja necessário explicar, mas, a quem não entende do assunto, basta dizer que seu PC passa a ter o desempenho do Barrichelo em dia de chuva, por causa de um corno sem mãe que quer comemorar o gol do time amado até mesmo nas veredas virtuais.

"Rage Cat" vai te odiar para sempre!

Esses boçais se defendem usando a falácia do “muda o status pra ‘Ocupado’ que não aparece”. Mas aí reside o “xis” da questão: eu não quero. Não sou obrigado a mudar o meu status apenas para favorecer à sua imbecilidade. Vocês é quem deveriam ter um mínimo teor de bom senso para se tocar que, na verdade, estão incomodando muita gente. É mais ou menos a mesma situação daquele funkeiro do busão que não tem fone de ouvido, o que não o impede de ligar o Mr. Catra no último volume, apesar dos olhares tortos que lhe são direcionados.

Qual seria a solução, então? Bloquear e/ou excluir o contato. Mas aí entra outra coisa: essa pessoa pode – e provavelmente vai – perseguir você em todos os outros cantos da ciência da social media, reclamando do quanto você é insensível por tê-lo deletado sumariamente de sua vida e das coisas que você dá alguma importância. Você passa a ser o lado errado da história simplesmente por mandar à pessoa uma mensagem educada de “SE TOCA, PORRA!” – levando tal pessoa a falar mal de você para os outros e por aí vai…

Assim sendo, caro imbecil, se você é um dos meus contatos e curte fazer isso no MSN – especialmente nos horários onde me encontro online, tenho uma dica para você: não faça…ou então…

...uma visitinha dele no meio da noite será inevitável...

E você? Já passou por situação similar? Compartilhe com este singelo grupo de um homem só nos comentários abaixo.

Como NÃO se comportar no Facebook (e de quebra evitar um processo da Apple)

O Facebook, por mais intragável que possa parecer aos olhos de algumas pessoas, é uma ferramenta inegavelmente versátil: foi por causa dele (bom, parte por causa dele) que o mercado de social gaming cresceu ao ponto em que se encontra hoje, vide empresas como Zynga e Vostu (essa, mais no quase post mortem Orkut) angariando mundos e fundos apesar da pendenga judicial que uma lançou contra a outra.

Uma das ferramentas do Facebook que eu, particularmente, gosto de salientar pela sua praticidade, é a marcação de eventos. Convenhamos, como é que ninguém nunca pensou nisso antes? Um recurso dentro de um site que todo mundo acessa, para criar um evento que todo mundo, ou quase todo mundo, gostaria de ir, onde todas as informações importantes estariam concentradas em um local que, novamente, todo mundo acessa. Genial!

Mas, como toda ótima ferramenta, há quem queira explorar o “Events” de forma no mínimo “e-d-e-o-t-a”. Tipo esse povo que te adiciona no Facebook e, logo menos, começa a mandar convites de eventos relacionados a promoções que garantem um iPad em suas mãos, de graça, se você seguir essa ou aquela regra. Geralmente, tais “regras” envolvem convidar o maior número possível de pessoas (normalmente, a sua lista de amigos, o que explica a implacável necessidade de alguns de sair clicando em Add as a Friend de forma indiscriminada) para aumentar as suas chances de ganhar.

Só que você não vai ganhar nada…

Continuar lendo